domingo, 1 de janeiro de 2012

Uma Lágrima


Inesperadamente, morreu no último dia 30 Daniel Piza, cujos textos acompanhava há pelo menos quinze anos. Fui apresentado a muitos dos meus escritores favoritos pelos seus textos - Philip Roth e Ian McEwan, por exemplo. Na Folha, na finada Gazeta Mercantil e agora no Estadão, com sua Sinopse dominical, seus textos farão muita falta...

3 comentários:

  1. Um ano novo cheio de paz ,amor e muitas felicidades.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Manuel. Um feliz 2012, pleno de bons livros e filmes.

    ResponderExcluir
  3. Os saudosistas de Paulo Francis tiveram em Daniel Piza um continuador culto, crítico , independente embora com características bem diferentes. Sua morte precoce aparentemente não tem sucessores. Na época do Francis tambem não havia sucessores á vista. Aguardemos... E.

    ResponderExcluir