terça-feira, 15 de outubro de 2019

Nobel 2018 e 2019

A Academia Sueca anunciou na semana passada o Nobel de Literatura de 2018 e de 2019. A polonesa Olga Tokarczuk e o austríaco Peter Handke foram os indicados.

Resultado de imagem para olga tokarczuk

Os dois autores são bem conhecidos do público europeu. Olga Tokarczuk (1962) já recebeu o Man Booker Prize recentemente pelo romance fragmentado Flights, que comecei a ler justamente no dia em que o Nobel foi anunciado. Prometo escrever sobre ele. Mas o leitor brasileiro terá a oportunidade de lê-la. A editora Todavia publica em novembro o romance Sobre os ossos dos mortos

A polêmica do ano foi a indicação de Handke, já publicado por aqui. Confesso que só o conhecia de roteiros - ele escreveu alguns para Wim Wenders, como Asas do Desejo. Mas seu nome despertou a ira de boa parte da Europa: ele apoiou os sérvios e Slobodan Milosevic, e relativizou o massacre de Srebrenica, quando milhares de muçulmanos bósnios foram exterminados por forças sérvias, durante a Guerra da Bósnia nos anos 90.

A Academia tem uma certa predileção pela polêmica.