segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O Artista (2012) de Michel Hazanavicius


Dirigido por Michel Hazanavicius, o filme vem sendo bastante elogiado pela crítica. Hollywood, 1927. A história de um famoso artista do cinema mudo, George Valentin (Jean Dujardin) que assiste ao fim de uma era, com a chegada do som. Uma fã, Peppy Miller (Bérénice Bejo), que inicia sua carreira, no princípio como figurante, até se tornar uma estrela. 

Um grande momento do filme é justamente um pesadelo que Valentin tem com o som - e assistimos a diversos sons, culminando com o estrondo de uma pluma que encosta no chão.

E, como não podia deixar de ser, o ator se reconstroi, ajudado pela nova estrela e seu par, como astro de filmes de sapateado, que iria chegar ao auge nas décadas seguintes.

Como disse, a crítica elogiou bastante - e com razão - mas, a julgar pela sala de cinema na pré-estreia, acho que não deve emplacar com o público, principalmente se não levar os Oscars principais ("um filme francês, preto e branco e mudo?"). Uma pena...

Um comentário:

  1. Quero muito assistir a este filme! Pois é, um filme preto e branco e mudo não será sucesso de bilheteria...

    Abraço grande!

    PS: envei-lhe um e-mail, é sobre o blog do meu livro, Mind the Gap /Editora Patuá, onde vc encontrará mais informações sobre, alguns trechos e o belíssimo texto de apresentação elaborado pelo escritor espanhol Pedro Amorós,

    http://contosmindthegap.blogspot.com/

    Se quiser saber mais estou a sua disposição pelo e-mail: verossi@uol.com.br

    ResponderExcluir