domingo, 29 de setembro de 2013

Conto da semana, de Semezdin Mehmedinovic

Hoje, ao que parece, era o dia em que eu deveria morrer.




O conto My Heart, do bósnio Semezdin Mehmedinovic (1960) está na edição de 2013 da BEF, mas também apareceu na revista Granta, 120 (Medicine), de 2012. É o conto da semana, numa semana bem estranha...

Aqui, o narrador, um bósnio, Mehmedinovic, de 50 anos, conta sobre seu ataque cardíaco durante o banho, em 2 de novembro de 2010, num texto que quase nos convence como autobiográfico. A trajetória do narrador, inclusive, é a mesma de Mehmedinovic - voou de Zagreb para Phoenix, Arizona, em 1996.

E logo nosso quarto estava cheio de estranhos do serviço de emergência (...) Nunca experimentei assalto tão agressivo à minha privacidade.

Reclama de sua condição assexuada. Ele identificou uma garota do serviço médico, e o que mais o revoltou foi a constatação de que seu corpo era, naquele momento, um objeto sem emanação. Lembra-se imediatamente de Christopher Hitchens. 

E uma outra impressão: os corpos de todas essas pessoas à minha volta eram incomumente grandes, enquanto o meu próprio corpo encolhera.

Os 50 anos do narrador ficam em sua cabeça. Pela primeira vez, percebe a medida do tempo, e começa a divagar sobre sua saúde e envelhecimento, numa narrativa próxima a um fluxo de consciência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário