sábado, 19 de janeiro de 2013

Três rosas e um conhaque para Edgar Allan Poe



Poe nasceu em 19 de janeiro de 1809. Dele li alguns contos mais famosos e o romance A narrativa de Arthur Gordon Pym, publicada aqui pela Cosac Naify.

Por cerca de 60 anos, desde 1949, um desconhecido ia ao seu túmulo nesta data, deixando três rosas e uma garrafa de conhaque. Mas nos últimos anos, desapareceu, e a tradição parece ter se perdido. Será que alguém irá retomá-la hoje? O próprio Poe faria misérias com um enredo desses...

Um comentário:

  1. Tres rosas e um conhaque... Titulo lembra bastante o "uma lagrima por..." do Daniel Piza...E.

    ResponderExcluir