quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Um idiota absoluto

Os médicos forenses abaixo assinados baseiam o presente diagnóstico, referente à estupidez absoluta e ao cretinismo inato de Josef Svejk, que compareceu diante da junta médica forense, no fato e que o sujeito se expressa com frases como "Longa vida ao nosso imperador Franz Joseph I", afirmação que, por si só, é suficiente para demonstrar que seu estado mental é o de um idiota absoluto. Devido a isso, a comissão propõe o seguinte: 1. A suspensão das investigações contra Josef Svejk e 2. Sua transferência para uma clínica psiquiátrica a m de que este seja submetido à observação e se determine até que ponto seu estado mental é perigoso para as pessoas de seu entorno.

As aventuras do bom soldado Svejk, Hasek, Alfaguara, p. 38.

Nem os médicos forenses acreditavam no patrão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário